ITCG

15/05/2019

Furos de sondagens do Paraná são cedidos ao Serviço Geológico do Brasil

Um total de 193 furos de sondagens, distribuídos em 3.724 caixas, foram selecionados e organizados para serem transportados para a Litoteca de Araraquara, no Estado de São Paulo.

 

O Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná (ITCG) cedeu um total de 193 furos de sondagens para o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Os materiais fazem parte de um acervo acumulado pelo antigo Serviço Geológico do Paraná (Mineropar).

Os materiais foram distribuídos em 3.724 caixas e encaminhados para a Litoteca de Araraquara (LiAr), no Estado de São Paulo.

Os furos abrangem projetos de pesquisa em fluorita, ouro, elementos terras-raras e, em sua maioria, carvão. Cerca de 60% desse acervo correspondem a projetos de pesquisa mineral desenvolvidos nas décadas de 1970 e 1980 em convênios firmados entre os dois órgãos, incluindo áreas com ativos minerários de carvão da CPRM.

MINEROPAR – Por cerca de 40 anos, a Mineropar desenvolveu pesquisas nas mais diversas áreas da geologia, mantendo uma litoteca com várias amostras geológicas, tais como furos de testemunhos de sondagens, alíquotas geoquímicas, lâminas petrográficas e ainda um museu com uma maquete geológica do Estado do Paraná

Desde sua extinção e sua incorporação como Diretoria de Geologia no ITCG, em 2016, que culminou a devolução dos seus imóveis ao governo do Estado do Paraná, havia uma preocupação em perpetuar o acervo em outros órgãos e instituições apropriadas, que poderiam preservar e divulgar o patrimônio geológico paranaense como suporte para o público de pesquisas geocientíficas ou áreas afins.

Após mais de um ano de negociações envolvendo a Diretoria de Geologia do ITCG e o CPRM, foi acordado entre os órgãos a cessão por parte do ITCG de uma parcela dos furos de testemunhos de sondagens na LiAr.

O acervo está sendo reorganizado dentro de módulos e em seguida serão substituídas as caixas de madeira por caixas plásticas para melhor preservação do material, conforme o padrão da Rede.


Fonte: CPRM


Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo em:
https://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.