Destaque

11/03/2019

Estado prioriza o turismo para impulsionar desenvolvimento

O governador em exercício Darci Piana recebeu nesta quinta-feira (7) o presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl, e representantes do G5, grupo que reúne entidades representativas do setor - bares, restaurantes, hotéis e agências de viagem. Na reunião foi destacada a prioridade do Estado com o desenvolvimento regional através do impulsionamento do turismo.

Piana afirmou que o turismo deve receber cerca de 35% dos recursos de mídia destinados a apresentar o Paraná para o país e o mundo. Ele destacou a primeira campanha já veiculada na mídia impressa, digital, na televisão e no rádio: Conheça, Sinta, Surpreenda-se.

O governo estadual planeja aumentar em pelo menos 30% o tempo médio de visita no Paraná e direcionar campanhas para receber turistas internacionais e de estados vizinhos ou próximos como São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

POLOS - Para atender a determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, órgãos como a Secretaria de Estado da Comunicação e Cultura e a Agência Paraná de Desenvolvimento (APD) vão dedicar parte de sua estrutura e orçamento para desenvolver os polos turísticos do Estado.

Segundo João Jacob Mehl, a expectativa do setor é pela convergência dos diversos segmentos empresariais em torno dessa pauta comum. “A intenção é de que comecemos a receber os resultados de todo esse trabalho brevemente”, afirmou.

O Paraná tem 14 regiões turísticas e mais de dois mil atrativos em pelo menos 283 municípios. O levantamento mais recente da Paraná Turismo mostra que cerca de 16 milhões de pessoas se deslocam pelo Estado por ano.

VOOS – Darci Piana também destacou durante a reunião as privatizações de quatro aeroportos no Paraná, em processo liderado pelo Ministério da Infraestrutura. Serão repassados para a iniciativa privada os aeroportos de Curitiba (Bacacheri), São José dos Pinhais (Afonso Pena), Londrina e Foz do Iguaçu.

As contrapartidas exigidas pelo Paraná englobam aumento das pistas ou construção de terceiras pistas para receber voos internacionais, mais tecnologia para permitir decolagens e pousos com mau tempo e reestruturação dos acessos e estacionamentos.

Segundo Antônio Azevedo, presidente regional da Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav-PR), essas medidas vão fazer o Estado decolar. “Colocamos alguns pontos fundamentais que, se equacionados, vão dar um upgrade no turismo no Paraná”, destacou. Ele também destacou que o governador em exercício tem a visão da importância do setor para a economia do Paraná.

G5 - O G5 foi criado no final de 2018 e congrega o Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação (SEHA), a Associação Brasileira das Agências de Viagens do Paraná (Abav-PR), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Paraná (Abrasel-PR), a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Paraná (ABIH-PR) e a Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio-PR).

FÓRUM – O governador em exercício Darci Piana também foi convidado oficialmente para participar da abertura do 1° Fórum Nacional Sobre Crimes Econômico-Financeiros, que será realizado em Curitiba, de 12 a 14 de março, no Teatro Positivo. O Governo do Paraná é um dos apoiadores do evento, que é promovido pelo setor técnico-científico da Operação Lava Jato, composto por peritos da Polícia Federal e integrantes da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF).



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.