• Twitter
  • Facebook

Destaque

24/11/2017

ITCG - Cruz Machado recebe mapeamento de áreas de risco

O Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná - ITCG entregou nesta quinta-feira (23) o Mapeamento Urbano das Áreas de Risco do Município de Cruz Machado, no Sul do Estado. Trata-se de um importante trabalho para a segurança da população e de subsídio a órgãos que atuam na área de planejamento urbano, como prefeitura, Defesa Civil, Meio Ambiente, Ministério Público, e de infraestrutura, como Copel e Sanepar.

O mapeamento feito pela Diretoria de Geologia do ITCG tem caráter orientativo e apresenta as características do meio físico para fins de planejamento urbano no município com dados sobre as áreas de risco para ocupação humana, dando ênfase aos locais suscetíveis a escorregamentos de encostas e inundações.

Para o prefeito Euclides Pasa, este trabalho é essencial, principalmente porque a cidade passou por um grande alagamento em 2014, além de estar em uma região bastante acidentada. “Existem cerca de 100 famílias que estão em áreas de risco e esse levantamento vai atender e dar segurança para essas pessoas. Além disso, vamos conseguir fazer um manejamento e ver as áreas onde se pode construir ou liberar alvarás”, afirmou Pasa.

PREVENÇÃO – De acordo com o diretor de Geologia do ITCG, Fábio Ortigara, entre os principais motivos para as situações de deslizamentos de terra está a ocupação urbana desordenada em áreas vulneráveis, com construção em encostas. “O mapeamento é um cuidado, uma ação preventiva para a população, evitando que ocupem esses locais”, explica Ortigara.

No Paraná, outros 45 municípios já possuem o Relatório de Caracterização do Meio Físico para Fins de Planejamento Urbano com Indicação das Áreas de Risco na Área Urbana. O município de Marmeleiro, no Sudoeste paranaense, foi um dos últimos a receber o relatório, entregue neste mês.

ASPECTOS TÉCNICOS - O Mapeamento consiste na caracterização dos aspectos geológicos, geomorfológicos, hidrológicos e do solo das áreas urbanas com a indicação de locais adequados ou impróprios à ocupação. O trabalho também otimiza a ocupação dos espaços urbanos e recursos financeiros, minimizando riscos.

O geólogo do ITCG Luis Marcelo de Oliveira explica que foram priorizadas para o mapeamento a Região Metropolitana de Curitiba, o Sudoeste e o Centro-Sul do Paraná, tendo em vista a grande quantidade de escorregamentos de encostas em 2013/14 ocasionados pelas fortes chuvas no período e que provocaram consistentes perdas materiais e humanas.

O Relatório de Mapeamento de Risco é disponibilizado no site do ITCG (www.itcg.pr.gov.br), no link serviço geológico do Paraná.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – No mesmo evento, o diretor-presidente do ITCG, Amilcar Cavalcante Cabral, entregou documentos necessários para regularização de terras particulares (uso capião) por meio do programa PróRural – Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial / Cidadania e Renda no campo. Foram beneficiadas 17 famílias de pequenos produtores rurais de Cruz Machado que ainda não têm regularizada a situação das terras que ocupam.

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.