• Twitter
  • Facebook

Destaque

30/09/2017

Londrina dá o primeiro passo na construção do INTERACT-Bio

A sede da OAB em Londrina recebeu na quinta-feira (28), a primeira reunião de trabalho para construção do INTERACT-Bio, um projeto de quatro anos para melhorar a gestão e utilização dos recursos naturais na região metropolitana de Londrina.

Esta iniciativa articulada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Londrina, em parceria com o ICLEI, tem o apoio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, na ocasião representada pelo chefe regional, Antonio Amaral. A ideia é mobilizar as administrações municipais para a construção de cidades sustentáveis.

Londrina é uma das nove regiões metropolitanas do mundo que recebe apoio técnico do programa.

Visão Geral:

O projeto permitirá que os governos de diferentes níveis – do local ao nacional – agreguem seus esforços para integrar a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos em atribuições fundamentais dos governos subnacionais, tais como o planejamento territorial, a gestão do uso do solo, o desenvolvimento econômico local e projetos de infraestrutura. A iniciativa apoiará as regiões metropolitanas a compreenderem o potencial da natureza, principalmente em relação ao fornecimento de serviços essenciais para o dia a dia das cidades e, ao mesmo tempo, a melhorarem a conservação da biodiversidade e dos ecossistemas, gerando novas ou melhores oportunidades econômicas.

Objetivos:

Conectar os tomadores de decisão dos governos nacionais e subnacionais para trabalharem em conjunto, com a finalidade de integrar elementos da gestão da biodiversidade e provisão de serviços ecossistêmicos ao planejamento e decisões das Regiões Metropolitanas;

Fortalecer a capacidade das regiões metropolitanas para integrar a biodiversidade e as soluções baseadas na natureza aos planejamentos de uso do solo, infraestrutura e desenvolvimento, e para desenvolver instrumentos políticos de apoio;

Integrar elementos da gestão da biodiversidade em diferentes setores a nível subnacional e nacional.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.